Mon Amour

...

Zeitgeist – Phillip Long

Postado por - 24/07/2015

Música   0 comentários

11138599_845312918875698_3073552156959804922_n

Acho que seria impossível descrever em palavras o quão apaixonada pelo trabalho de Phillip Long estou. Eu juro que tentarei transcrevê-lo aqui pra vocês, tenho quase certeza de que não chegarei perto das minhas próprias expectativas, mas de qualquer forma irei tentar.

Phillip Long é brasileiro e, além de músico, poeta e eternamente apaixonado. Eu conheço o belíssimo trabalho dele  há um tempinho (“inho” mesmo, pois faz menos de um ano) graças a uma parceria linda dele com Phill Veras, mas nos últimos dias venho devorando-o. Imagina minha surpresa ao descobrir que esse trabalho que mal conheço (e já considero pacas) acaba de ser ampliado a mais um filho? Zeitgeist, o mais novo disco do cantor.

Zeitgeist é o nono trabalho lançado por ele em menos de quatro anos e, assim como os anteriores, é puro encanto. Lançado no dia 15 deste mês e com uma pegada leve, o disco é cheio de belas referências, como The Smiths e Legião Urbana. O álbum demonstra bastante singularidade já na primeira canção, Daniel, que narra à história de um rapaz que está amedrontado por não saber como as pessoas irão reagir ao saberem de sua opção sexual e que encontra no amor um aconchego pro seu coração.

O disco segue narrado de forma singela e cotidiana, com canções que vão além do “falar de amor”, mas que nos fazem senti-lo e nos transportam para dentro de nós mesmos. Os ritmos vão de mansinhos, como na encantadora Going With The Wild, à canções mais dançantes, como em Happiness Comes by Morning. Zeitgeist, como o o próprio título sugere, busca retratar os sinais do tempo correlacionando-os com o mundo exterior. Eu, particularmente, acredito que ele consegue nos demonstrar sentimento não apenas através do que nos rodeia e sim “tocando” em nossas próprias bagagens interiores. Concluindo, eu amei esse disco e poderia prolongar esse texto a mais de mil palavras, mas decidi parar por aqui e deixar com que vocês mesmos sintam o que só a música pode nos fazer sentir:

“…the last to go bed turn off the moon”

O disco está disponível para download no site oficial do cantor. Também não deixe de acompanhar o trabalho do moço através de sua página no Facebook.

Você já conhecia o Phillip Long? O que achou do trabalho dele?

Beijos e até logo,

Eve

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *