Mon Amour

...

Projeto 30 Dias Duamô

Postado por - 18/08/2018

Culinária   0 comentários

30diasduamo

Todos nós sabemos que “de boas intenções o mundo está cheio”, mas será que realmente o outros estão percebendo nossas “boas intenções”? E, principalmente, será que nós estamos felizes com nossas atitudes com o mundo, na forma como agimos e sobre o que pensamos de nós mesmos? Como podemos curar o mundo quando nós mesmas estamos repletas de feridas não cicatrizadas?

Muitas vezes estamos tão ocupadas fazendo o que esperam que a gente faça (trabalhar, estudar, seguir padrões) que acabamos deixando de lado coisas que realmente importam, como as pequenas vitórias do dia, a gentileza, a gratidão, e, principalmente, o amor próprio.

Pensando nisso, tirei dos sonhos o #30diasduamô e resolvi dividi-lo com vocês, um projeto focado no amor, próprio, ao próximo e pela vida.

O #30diasduamô acontece no Instagram (me sigam lá @amor.amora_) e serão 30 dias de pequenas tarefas singelas criadas com o objetivo de tornar sua vida mais leve (mesmo com tanta correria) e de te fazer ser uma pessoa mais saudável, com pensamentos mais positivos. Pode ser que você já as pratique ou tenha as deixado de lado, mas tenho certeza que elas farão grande diferença na sua vida a ponto de você nunca mais querer deixá-las de lado.

Eu só peço a você que se dedique de coração, pois será algo feito de você para você.

VAMOS JUNTAS?

REGRAS:

Aqui estão as primeiras tarefas a serem cumpridas diariamente essa semana. Espero de coração que vocês gostem. <3

DIA 1 – DIA DA AUTO ANÁLISE

Tenha um caderninho em mãos (ou improvise um) para cumprir algumas das tarefas que serão dadas ao longo desses 30 dias. Você não precisa mostrar ele pra ninguém, ele é só seu.

Responda as seguintes perguntas:

  1. Como você está se sentindo hoje? Consigo mesma (o), como está seu humor e sua energia, como se sente em relação ao seu corpo, com as pessoas a sua volta e com o ambiente em que vive.
  2. Você está feliz com seu presente (com seus relacionamentos, com seu emprego, com o lugar onde você se encontra…)?
  3. Se algo te incomoda, quais são as coisas que você gostaria de mudar? (Exemplo: emprego, ter um relacionamento mais reciproco, ter pessoas que me apoiem por perto).
  4. Onde e como você pretende estar daqui um ano? Como você gostaria que estivesse seu humor? Que tipo de pessoas você gostaria de ter por perto? –
  5. Se você pudesse mudar sua realidade futuramente, por onde você acha que deveria começar? – Anote, no mínimo, 5 ações que você acha que te ajudariam a alcançar estes objetivos.

Dia 1.1 Poste uma foto (no feed ou no story) de sua preferência de algo que te represente junto a hashtag #30DIASDUAMÔ para marcar o início do projeto. Minha sugestão é que você legende a foto contando um pouquinho sobre o desafio, o porquê estar participando dele e o que busca alcançar com ele.

DIA 2 – VOCÊ PRECISA OU VOCÊ QUER?

Hoje você irá analisar tudo que você tem ou quer ter em sua vida, tudo mesmo! O emprego que você tem, o curso/faculdade que você faz, as pessoas que você se relaciona (amigos, parentes, crushes, colegas de trabalho…), as coisas que você tem (roupas, livros, maquiagens), o dinheiro que você tem/gostaria de ter e até as coisas que você quer mudar no seu corpo, como emagrecer por exemplo.

Feito isso, ANOTE e escreva do lado se você QUER ou se você PRECISA daquilo e as razões de você querer/precisar. Leia as coisas que você anotou e analise se você realmente tem necessidade de tê-las ou se é só “por querer”. Muitas vezes queremos ou mantemos coisas, situações ou pessoas que não precisamos. Fazer essa análise é interessante para diferenciarmos se talvez não estamos nos forçando a gastar nossa energia com o que não nos agrega em nada. Afaste-se daquilo que só toma seu tempo de vida.

DIA 3 – DIA DA BALANÇA (não você não irá se pesar)

Autoconhecimento é a chave da porta da felicidade, não adianta. Saber o que nos faz bem é essencial para nós nos afastarmos do que não nos faz. Mas muitas vezes não sabemos diferenciar as duas coisas, então vou ensinar pra vocês o “método da balança da Evelise” (vulgo eu) que talvez possa te ajudar a decidir.

Vamos lá, comece imaginando que você tem uma balança de 2 pratos na sua frente (aquelas antigas) e comece a distribuir os pesos em cada lado, um dos lados será o das coisas boas e o outro das coisas ruins. Por exemplo, você ama uma pessoa X, mas num dia ela te decepciona, no outro se mostra carinhosa e em outro ela te deixa triste novamente, o lado ruim começa a pesar mais. Talvez seja a hora de você repensar se manter esse relacionamento esteja valendo a pena. Quando aquilo em que você começa a gastar seu tempo não está compensando a energia, você tem apenas duas alternativas, tentar melhorar a realidade, conversando ou mudando a forma de agir, ou então se afastando do que te faz mal. Vale à pena? Borá! Não vale? Adeus!

Distribua o peso na balança da vida e acabe tornando tudo mais leve.

DIA 4 – APRENDA A DIZER NÃO

Muitas vezes temos medo de dizer essas três letrinhas, ou pra evitar de decepcionar os outros ou simplesmente por não saber como. A partir do momento que você aprende o que te faz bem automaticamente você percebe o que não te faz. Não tenha medo de dizer não pra aquilo que não te agrada, você não precisa sacrificar seus desejos pelos outros. Conheça seus limites e não deixe ninguém passar por cima deles. O chefe pediu pra ficar até mais tarde e você já tinha compromisso? Diga não. A tia avó da fulana de tal falou que você tem que emagrecer? Não! O boy pediu pra você trocar roupa porque estava muito curta? Não! E dê um pé na bunda dele.

Se imponha, mostre respeito por si mesma e pelas suas escolhas.

Afinal, você não é obrigada.

DIA 5 – PARE DE SE COMPARAR

Pare de projetar sua vida com a realidade alheia. Não fique criando falsas expectativas perante a vida, dinheiro, relacionamentos ou corpo de outras pessoas. Seja a sua própria inspiração, a melhor versão de você mesma só você é capaz de atingir. Se necessário, deixe de seguir no Instagram pessoas com vidas “perfeitas” que te deixam mal. Passe a se voltar de gente positiva, com ideias de vida reais. Se você sente que é menos que alguém é porque você ainda está se comparando. Lembre-se que você está passando por exatamente aquilo que é necessário para o SEU crescimento.

Você é quem você é, incomum, singular e única. Assim como ninguém poderá ser você, não busque alcançar um padrão inatingível, tentando ser o outro. Não se sinta prejudicado por ser quem é. Agradeça por ser você. Valorize cada detalhezinho desse universo lindo que é você, com todas suas virtudes e suas falhas.

DIA 6 – O QUE HÁ DE BOM EM MIM

Sabe aqueles defeitos que você sempre fica notando em você? Esqueça eles hoje! Você está proibida em se auto depreciar. Pegue novamente um papel e uma caneta e escreva todas as qualidades que você possui, cada detalhe seu, por menor que seja, que merece ser chamado de bom e cada coisa da sua vida que merece um agradecimento. Por exemplo; eu busco ser uma boa amiga pra aqueles que eu amo, eu adoro ver o lado bom das coisas e rir “pra não chorar” até do que dá errado na minha vida, eu agradeço por acordar com saúde hoje e ter sol (ou ter chuva também).

Liste todas suas qualidades e os motivos que existem em você e na sua vida que são dignos de amor. Passe a focar nas coisas boas, que por mais bobas que sejam, são motivos de gratidão.

DIA 7 – FAÇA ALGO POR VOCÊ

Hoje é o seu dia, por mais que você tenha diversas coisas pra fazer, tire um tempo pra você, nem que seja 10 minutinhos, pare em frente do espelho olhe nos seus olhos e diga “você é foda! ”. Comemore suas vitórias, tome um banho demorado, se leve ao cinema, ao salão de beleza ou se dê um livro de presente.

Todos os meses (nem que seja só um dia por meia hora) dedique um tempo para cuidar de você. Faça um dia de spa em casa, com receitas caseiras para hidratar o cabelo (óleo de coco é um ótimo hidratante), esfolie sua pele, fazer um escalda pés, acender algum incenso ou velas, colocar uma música agradável e relaxar. As vezes a vida exige uma brecha pra recarregar as energias. Aprecie o prazer de sua companhia e cuide-se da maneira que você merece ser tratada.

Valorize a pessoa mais importante da sua vida, você.

7.1 Poste uma foto (de algo que você fez ou que apenas representa essa semana) junto com a #DESAFIODUAMO

Faça um resumo da semana contando como você está se sentindo e se as tarefas foram fáceis ou difíceis de serem realizadas. Convide outras pessoas para começarem o projeto.

Muito obrigada por tudo e bom projeto pra nós!

—————————————————————————————————————————————————

A partir de agora, busque praticar todas as tarefas diariamente. Daqui 10 dias, postarei mais 10.

Beijos no coração,
Evelise Marques

Você pode começar a qualquer momento, mas sugiro que comece segunda, dia 20/08 junto comigo e várias outras pessoinhas “duamô”.

Um corpo é um corpo 

Postado por - 26/07/2018

Comportamento, Saúde   0 comentários

amor

E por muitas vezes eu quis não pertencer ao meu, quis comparará-lo, moldá-lo, trocá-lo… Busquei transformá-lo em uma realidade que não condizia com a dele. Já quis ser mais baixa, mais magra, com “menos isso e mais aquilo”. Com o tempo fui começando a ficar apenas frustrada, teve épocas que comia salada a semana toda e compensava tudo (ou o dobro) em apenas um dia (ou uma noite). Eu não sabia o porquê de me sentir cada vez mais infeliz comigo mesma, já que na minha cabeça eu me esforçava tanto.

Hoje em dia eu percebo que o principal motivo de tanta frustração é que eu estava fazendo escolhas pelos objetivos errados. Tudo que escolhi, todas as coisas que fiz ou deixei de fazer e me trouxeram infelicidade foram feitas para os outros. Eu queria ser mais bonita aos olhos dos outros, queria parecer com a garota da capa da revista porquê estar fora daquele padrão parecia “inaceitável”, até comecei a cursar nutrição porquê na época parecia o certo a se fazer. Acabei frustada, deprimida e acabei me odiando ainda mais.

Quando eu digo e repito que você deve fazer as coisas por você é porque senti na pele o que é tentar fazer pelos outros. E talvez eu possa acrescentar algo de bom na sua vida transmitindo essas experiências pra você. Fazer por você é tomar as rédeas da sua felicidade, é decidir o que te fará bem e arcar com qualquer consequência que isso traga – sinta orgulho em confiar em você.

Hoje eu sei que não posso querer ser a moça da revista, pois estou ocupada demais buscando ser cada vez mais eu mesma. Um pessoa que, assim como qualquer outra, é cheia de falhas e virtudes. Alguém que não se resume a um corpo, mas sim a tudo que pertence a ele, as dobrinhas que ele tem, os motivos por de trás das lágrimas que as vezes ele expele, as risadas que fazem as bochechas doerem, as estrias que marcaram cada fase de crescimento (da infância ou dos transtornos alimentares), as cicatrizes dos tombos que levei (visíveis ou não) e os olhos que já viram cada coisa doida!
Não é que eu esteja 100% satisfeita, mas é que neste meio tempo entre me amar ou me odiar, eu escolhi me orgulhar de tudo que eu sou.

amora
Eu me orgulho das marcas, das olheiras, dos arrepiados e até mesmo das curvas da barriga.
Um corpo é um corpo de todas as formas, seja qual for a forma que ele tem.

E ele é pode ser lindo do jeitinho que é.❣

Me acompanhe também nas redes sociais:
Facebook    Instagram     Twitter   YouTube

Beijos no coração,
Evelise Marques

 

Nhoque de mandioca, vegano e sem glúten (só com 2 ingredientes!)

Postado por - 26/04/2018

Culinária   0 comentários

WhatsApp-Image-2018-04-26-at-12.55

Como boa descendente de italianos, eu AMO massas! Mas como já contei algumas vezes aqui no blog, eu procuro evitar certos alimentos, como o glúten, por exemplo, então estou constantemente buscando uma forma mais saudável de comer as delicias que tanto gosto.

Desta vez resolvi fazer Nhoque (ou gnocchi para os phynos) e confesso que foi muito difícil encontrar uma receita simples, fácil e rápida na internet. Eu sempre procuro deixar qualquer receita com minha “cara”, mas dessa vez o negócio é 100% criação minha, eu espero que vocês provem e aprovem. Por aqui, todo mundo adorou!

Está receita, além de ser super prática e deliciosa, leva apenas 2 INGREDIENTES! Então, borá lá:

Ingredientes

1kg de mandioca (descascada e bem cozida)
1 xícara de farinha de arroz (irá depender da maciez da mandioca)

nhoqueveganosemgluten

Modo de Preparo

Cozinhe a mandioca (cerca de 30 min em panela normal ou de 15 à 20 min na panela de pressão), escorra bem a água da mandioca e amasse ela bastante. Limpe uma bancada (ou mesa) e polvilhe um pouco de farinha de arroz sobre ela. Então basta colocar toda a mandioca sobre ela, ir amassando e adicionando farinha até formar uma massa que desgrude dos dedos.

WhatsApp Image 2018-04-26 at 12.55.08 (1)

Após isto, basta separar a massa em pequenas quantidades, ir enrolando-a e esticando-a em forma de “cobrinha” e fatiar em pedaços de cerca de 5 centímetros.

Sugestão de molho

6 tomates pelados (pode usar enlatados também – ou massa de tomate)
1/2 cebola
1/2 pimentão verde
1 pimentão vermelho ou amarelo
1/2 de azeitonas sem caroços (opcional)
1/2 copo de água
Azeite ou óleo para cebola
Sal e temperos à gosto (usei açafrão, pimenta e temperinho verde)

Modo de preparo

Corte a cebola e pimentões em cubo, e os tomates em pedaços maiores. Em uma panela, coloque um fio de óleo, doure a cebola, adicione os pimentões e as azeitonas picadas, adicione os tomates e vá mexendo (este processo leva cerca de 15 min) quando eles estiverem mais amolecidos. Se sentir necessidade, vá colocando água e temperando à gosto. Quanto mais tempo você deixar, mas encorpado e gostoso ele vai ficar. E prontinho!

 WhatsApp Image 2018-04-26 at 12.55.06 (1)

Bom apetite!

Me acompanhe também nas redes sociais:

Facebook    Instagram     Twitter   YouTube

Beijos no coração,
Evelise Marques

Playlist pra dançar no quarto

Postado por - 31/03/2018

Música   0 comentários

musicaspradancar

Como muitos já sabem, hoje é o sexto dia dos 30 Dias Duamô, e como “missão diária” a de hoje aconselha que você dance sozinha(o) no quarto. Claro, que essa missão poderá ser cumprida em qualquer dia ou dias que você preferir. Pra ajudar quem está participando dos 30 dias, ou apenas gosta de dançar (não necessariamente no quarto), criei está playlist. Borá dançar comigo! <3

tumblr_inline_mhgu6btpxz1qz4rgp

Pode parecer bobeira e pode ser que você se sinta um pouco esquisita no começo, mas pode confiar, dançar sem ninguém olhando é uma ótima forma de se sentir leve. Coloque uma roupa confortável (ou fique até sem roupa se preferir) e dance suas músicas preferidas sem hora de parar.

Me acompanhe também nas redes sociais:

Facebook    Instagram     Twitter   YouTube

Ótimo fim de semana e Páscoa à todos.

Beijos no coração,
Evelise Marques